Fisiológico. Patológico. Social.

Esses são os três motivos pelos quais um idoso fica desnutrido. Ao diminuir o olfato e o paladar, seu apetite é reduzido e como consequência, ele poderá sofrer como uma anorexia. O sentimento de solidão e o uso frequente de remédios também são fatores que dificultam a alimentação do idoso. Com a idade, o metabolismo fica mais lento e o corpo não precisará apenas de vitaminas e minerais, mas também de carboidratos e proteínas todos os dias.

Para que um idoso comece o dia com o pé direito é preciso que ele tenha acesso a um café da manhã rico e completo. Ao longo do dia, ele deverá ingerir alimentos que tenham cálcio.  O indicado é que ele faça essa ingestão no café da manhã e entre as demais refeições, pois o corpo absorve melhor o cálcio quando ele não precisa competir com nenhum outro nutriente.

Como são fonte de energia, os carboidratos devem estar presentes no café da manhã e nas demais refeições, pois eles ajudam não só na caminhada como também o cérebro a funcionar melhor. Alguns exemplos de alimentos ricos em carboidratos são: pães, batatas, arroz e feijão. Os integrais também são ótimos e mais saudáveis!

Além da alimentação, a água é fundamental e essencial ao bom funcionamento do corpo, pois ela mantém o mesmo sempre saudável e livre da cãibra. Por isso, substitua logo pela manhã o café pelo chá, pois a cafeína prejudica a absorção do cálcio pelos ossos.

A nossa casa de repouso Em Família sabe da importância do café da manhã para o idoso e acompanha a saúde de cada hóspede individualmente, com cuidados especiais para cada necessidade. Todos são submetidos periodicamente ao acompanhamento de médicos, nutricionistas, terapeutas ocupais, dentistas, fonoaudiólogos e outros que desenvolvem atividades específicas para cada um deles. Quer saber mais sobre a nossa casa de repouso? Entre em contato!