Quando a velhice chegar

“Quando a velhice chegar, aceita-a, ama-a;

Ela é abundante em prazeres se souberes amá-la;

Os anos que vão gradualmente declinando,

Estão entre os mais doces da vida de um homem;

Mesmo quando tenhas alcançado o limite extremo dos anos,

Estes ainda reservam prazeres “.

(Sêneca)