Infelizmente, ao ouvir a palavra idoso, muitas pessoas já imaginam um senhor ou senhora bem velhinhos, fazendo tricô, em uma cadeira de balanço ou jogando xadrez. Porém, essa representação nada a tem a ver com a realidade, afinal, a grande maioria dos idosos hoje em dia estão mais ativos do que nunca!

E o sexo? Como é o sexo na terceira idade? Bom, toda e qualquer pessoa idosa que seja relativamente saudável, pode ter uma vida sexual completamente normal, visto que, o interesse sexual é totalmente natural em todas as idades.

Entretanto, infelizmente uma parcela dos idosos veem a sexualidade como libertinagem, uma vez que em sua juventude pouco se falava sobre o assunto, e inclusive, sentem-se mal ou culpados ao sentir certa sensação de excitação sexual, considerando que muitos deles foram criados com uma educação repressora baseada em conceitos que hoje são considerados retrógrados.

Viver a sexualidade na terceira idade é apenas a continuação do processo que teve início na adolescência, afinal, são os nossos sentimentos unidos às alterações do corpo que modelam nosso comportamento sexual. Além disso, como a sexualidade está ligada à reprodução, fica ainda mais difícil perceber a continuidade dela após certa idade, ainda mais que a medicina tenha trago alguns medicamentos que curam certas doenças, mas que também podem diminuir o apetite sexual.

Mas a questão é: como manter a vida sexual ativa durante o processo de envelhecimento? As principais dicas são: praticar exercícios físicos regularmente, mudar de posição durante o ato e também repousar bem após.

Sendo assim, basta conhecer e se adaptar às mudanças que surgem com a idade. Cuidar da saúde também é importante, afinal, muitos médicos afirmam que as disfunções sexuais na terceira idade aparecem muito mais por conta de problemas de saúde do que pela idade. A mente também conta, visto que os aspectos psicológicos podem afetar o desempenho do idoso durante o ato.

Concluindo, sexo na terceira idade existe sim, basta tomar cuidado para que tudo favoreça para uma experiência incrível e não frustrante! Afinal, a sexualidade é uma forma de expressar carinho e afeto, e isso não tem idade. Os desejos modificam? Sim, mas não acabam. Para isso, o corpo precisa ser respeitado.