O tempo passa e nós vamos envelhecendo aos poucos, essa é a nossa sina, afinal, envelhecemos desde que nascemos. Mas, infelizmente, esse processo nos faz perder a capacidade motora, visual e cognitiva ao longo do tempo. Inúmeros idosos convivem com esse tipo de problema todos os dias e poucos conhecem alguma alternativa que possa amenizar esse processo.

Felizmente, alguns pesquisadores da USP e da USFCar tem desenvolvidos plataformas de jogos digitais especialmente voltados ao público da terceira idade, visto que as plataformas atuais são voltadas especialmente para a população jovem.

Como temos falado aqui no blog, atualmente os idosos já tem se inserido no mundo da tecnologia e estão cada vez mais buscando interagir com celulares, notebooks e tablets. Então, por que não fazer um jogo voltado para eles? Games não servem apenas para jovens e crianças, idosos podem se divertir também.

Durante a produção da ferramenta, os pesquisadores levam em conta o déficit cognitivo e motor que geralmente é apresentado pelos idosos. Também evita-se os movimentos muito rápidos e excesso de informações na tela, além disso, a letra também possui um tamanho maior. O mercado brasileiro possui muitos jogos, mas poucos que se preocupem com as questões de acessibilidade.

Para deixar o game ainda mais parecido com o universo cultural de uma pessoa de 60 anos ou mais, foi feita uma pesquisa prévia, no qual 50 idosos responderam diversas perguntas que diziam respeito as suas características, a fim de proporcionar um jogo com uma temática ainda mais atrativa.

A previsão é de que a plataforma seja lançada até o final deste ano, mas enquanto isso, aqui na casa de repouso Residencial em Família, nossos hóspedes estão sempre envolvidos em tarefas que façam o uso de computadores ou tablets, dessa forma, eles se sentem ainda mais à vontade para interagir com a tecnologia atual e também se sentem inseridos na sociedade moderna.

Quer saber mais sobre nós? Entre em contato agora mesmo.

Não se esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de tudo o que acontece em nossa casa de repouso.