Temperatura esfriando frequentemente e os cuidados com idosos no inverno devem ser redobrados. Por esta razão, nesta publicação iremos orientar você como proteger, mitigar possíveis doenças recorrentes da estação e manter quem tanto ama aquecido, longe dos centros médicos e cheio de saúde para curtir o verão com os familiares.

Alguns grupos de pessoas costumam sofrer mais com o frio, principalmente os idosos devido a brusca queda do clima. Mas não devemos nos preocupar apenas em protegê-los desse risco, também precisamos ficar atentos a uma série de outros fatores que costumam se agravar nesta época e indiretamente estão ligados ao contexto.

Estamos falando sobre a desidratação. Muitas pessoas acabam associando esta doença apenas com o verão, mas na verdade é necessário atenção durante todo o ano. Isso porque no inverno, normalmente, o corpo apresenta reações devido a temperatura e acabamos não ingerindo a mesma quantidade de água necessária para o nosso corpo.

Além disso, o risco de gripe, pneumonia e surgimento de doenças típicas em algumas regiões do país, são constantes. Para estes casos é extremamente importante o idoso se vacinar contra o vírus da gripe e a Pneumo 23, utilizar roupas adequadas para as temperaturas do dia e realizar mudanças na estrutura do lar para se adaptar mais facilmente ao período sem contratempos.

Veja abaixo quais os cuidados contribuem com a saúde dos idosos nessa época do ano:

  • Evite espaços fechados, procure manter alguma porta ou janela entreaberta para circulação do ar no ambiente;
  • Fazer uso de vestimentas adequadas para as temperaturas baixas, a fim de evitar hipotermia;
  • Ingerir bastante líquido para evitar desidratação. Água e chás são os mais recomendados;
  • Consuma, preferencialmente, os alimentos que contenham mais líquidos, como legumes, salada de frutas, sopas, além dos sucos;
  • Tomar as vacinas da Gripe e da Pneumo 23;
  • Evite contato com pessoas doentes;
  • Qualquer sintoma de resfriado procure um médico para avaliar e verificar qual o tratamento mais adequado. Não é recomendado se automedicar nessas ocasiões;
  • Tomar banho quente no período da tarde para aliviar possíveis dores musculares, e posteriormente, se agasalhar adequadamente.
  • Proteger o pescoço, a lombar e os pés, pois são as áreas do corpo mais receptivas ao frio;
  • Utilize ar-condicionado reverso, com função quente, para sempre que houver necessidade aquecer o ambiente do idoso;
  • Exercícios físicos, de preferência em ambientes fechados e se o idoso não tiver restrições médicas;
  • Ingerir proteínas mais saudáveis como peixes, frutas e verduras.

Você Sabia: Idosos x Frio?

Devido ao frio a musculatura acaba se contraindo e ocasiona dores mais frequentes no corpo do idoso, ainda mais para quem sofre de problemas nas articulações e na circulação do sangue, os efeitos são mais intensos. Isso é recorrente da terceira idade, porque o ser humano tem menos gordura no corpo e a pele mais fina, assim ficando sensível a baixa temperatura.