Ali estão os cabelos brancos da sabedoria,
Que procuramos nas horas de desvario,
Neles encontramos o saber e a experiência
E ficamos admirando horas a fio.

Quantas vezes precisamos da sua ternura,
Da sapiência e do extremo carinho,
Ouvindo casos relatados, que grande ventura,
E fazemos deles um guru em nosso caminho.

Cada ruga , experiência e suavidade,
De vida e aprendizado constante,
E nem lembramos da sua idade.

Nossos velhos seguem avante,
Cada dia um trecho de melodia,
Que entoam em fiel harmonia

Vânia Moreira Diniz