Nosso bem mais precioso é a memória, isso é fato. Afinal, é por meio dela que armazenamos os momentos mais importantes da nossa vida, lembramos o que temos planejado para fazer, os nomes das pessoas, de lugares, e assim por diante.

Mas, depois dos 40 anos de idade, a nossa capacidade de guardar informações acaba sofrendo deteriorações ao longo do passar dos anos. Há pesquisadores que dizem que o envelhecimento causa uma perda de células nervosas na região frontal do cérebro, o que diminui a produção de acetilcolina, um neurotransmissor importante para a memória.

Entretanto, algumas pessoas que começam a esquecer das coisas frequentemente acham que pode ser por conta da idade, mas em muitos casos, não é. Se a perda de memória ocorrer com frequência ela deve ser devidamente observada, pois pode significar alguns problemas, como o Alzheimer ou por efeito colateral de medicamentos, sem contar os distúrbios emocionais como a depressão e o estresse, que também trazem danos ao funcionamento do nosso cérebro.

Para manter a memória saudável e na ativa, vale a pena ler coisas diferentes todos os dias, fazer atividades diferenciadas, realizar jogos que estimulem o cérebro e o raciocínio lógico, dormir bem e claro, manter uma alimentação saudável.

Os hóspedes da casa de repouso Residencial em Família seguem uma dieta balanceada com alimentos especiais para melhorar a memória e o funcionamento do cérebro em geral, além disso, semanalmente são praticados jogos de raciocínio lógico a fim de estimular o armazenamento de informações e o processo criativo.

Quer saber mais sobre a nossa casa de repouso? Entre em contato conosco agora mesmo. Ligue ou preencha o formulário de contato e em breve retornaremos à você.