A Universidade Autônoma de Barcelona, em estudo de 2014, descobriu uma inesperada e incrível informação: falar sobre futebol com pessoas que possuem Alzheimer ajuda sua memória, atenção e os deixam mais felizes.

Essa descoberta inspirou a revista esportiva espanhola, Líbero, a desenvolver um projeto: o Futebol vs Alzheimer. Ele consiste em distribuições gratuitas de edições antigas das décadas de 40, 50, 60 e 70 para idosos que frequentam centros de tratamento da doença em Barcelona.

As revistas são usadas de forma terapêutica, estimulando os idosos a lembrarem dos bons momentos dos times e seleções do passado, além de ovacionarem os antigos craques. Cada edição da revista apresenta na capa o atleta que se destacou mais em cada época, como o grande Pelé, por exemplo.

Se você achou uma boa ideia essa forma de estimular lembranças, por que não tentar colocá-la e prática da sua maneira? Resgatar antigos álbuns de figurinhas ou encartes das copas passadas pode ser um bom começo. Se o paciente era fanático por um time, tente ler para ele informações de alguns momentos de glória do seu time querido! Uma boa ação sempre pode ser aplicada em qualquer lugar!