Dúvidas? Ligue para:  11 2476-5134 de 2ª à 6ª das 09:00 às 18:00. (exceto feriados)

Coronavírus: Como Evitar Que os Idosos Acreditem Nas Fake News

Durante a pandemia do Coronavírus, é possível observar a multiplicação de muitas fake news, não só pelas redes sociais, como também pelo WhatsApp e até telejornais. Tais informações sem embasamento, estão fazendo com que muitos acreditem e fiquem preocupados. Em alguns casos levando até mesmo a problemas psicológicos. 

Por mais que todos, independente da idade, estejam propensos a acreditar nesse tipo de notícia, especialistas alegam que existem condições sociais e fisiológicas que acabam deixando os idosos mais vulneráveis a mentiras e fake news.

Segundo a geriatra Mariana Ruback, as condições responsáveis por deixar esse grupo mais suscetível à esse tipo de informação estão ligadas à dificuldade que os mais velhos enfrentam ao acompanhar os recursos tecnológicos e, também, a redução no ritmo de funções cerebrais.

Fake news trazem consequências para a saúde mental

Pesquisas realizadas pela Universidade de São Paulo (USP), informou que cerca de 12 milhões de brasileiros compartilham notícias falsas.

Portanto, esse grande volume de inverdades, são capazes de causar muitos danos à saúde mental, principalmente no atual momento, onde a mudança da rotina e as incertezas andam gerando muitos quadros de ansiedade e depressão. 

Como identificar fake news

Para fazer um bom uso da internet é importante que algumas orientações sejam seguidas. Por isso, separamos algumas dicas a fim de ajudar a detectar a veracidade das informações. 

Não aja por impulso

Por mais que a internet ofereça diversos recursos instantâneos, que contribuem com a nossa rotina, é preciso utilizá-los com muita cautela.  Nestes casos é recomendado analisar da onde vem o link enviado, até mesmo para evitar de cair em golpes que vêm sendo aplicados. 

Consulte outras fontes

Outra dica é verificar em portais confiáveis de notícias se a informação foi citada. Provavelmente, se os dados enviados pelas redes sociais forem verdadeiros, estarão presentes nas manchetes das grandes redes de comunicação. 

Além disso: 

Leia a notícia por completo, e não só o título;

Tome cuidado com conteúdos que contenham expressões como “Atenção! Alerta! Cuidado!”;

Avalie se são citados a data, local e envolvidos durante o texto;

Desconfie se ao final da informação tiver algum pedido de compartilhamento;

Verifique se há erros ortográficos.

Comentários

Deixe um Comentário

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

RECEBA EM SEU E-MAIL DICAS E INFORMAÇÕES DOS CUIDADORES

São diversos temas e dicas práticas de grande importância, sem custo algum.