Devido o decorrer dos anos e, consequentemente, a chegada da terceira idade, o ser humano adquire algumas fragilidades, dentre elas o desequilíbrio e a perda de massa muscular. Por essa razão, nesse artigo, descubra métodos para prevenir os idosos de quedas e contribua diretamente para uma vida mais saudável e sem riscos de amargar uma fratura.

Poucas pessoas sabem, mas a grande parte das quedas sofridas por idosos podem ser prevenidas. Para isso, é simples, basta realizar algumas alterações no estilo de vida e adaptações dentro de casa, acrescentando itens de segurança e, o mais importante, fazer uso deles. Além disso, as dificuldades visuais também acabam sendo um empecilho.

Abaixo iremos listar algumas medidas de prevenção importantíssimas a serem adotadas para diminuir o risco. Desde o uso de roupas e calçados adequados, evitar transitar em locais de maior risco de acidente e consultar um médico oculista, ao menos uma vez por ano, para realizar exames oftalmológicos e se necessário ajustar o grau do óculos.

  • Utilizar sapatos fechados, com sola antiderrapante e bem adaptados ao pé. Evite andar descalço ou com chinelos;

  • Roupa comprida ou larga devem ser evitadas para não tropeçar;

  • Fazer atividade física e exercícios de alongamento para manter os ossos e músculos ativos;

  • Agendar regularmente fisioterapias para recuperar a agilidade, a força e o equilíbrio;

  • Ter uma alimentação rica em cálcio e vitamina D, com o intuito de evitar o enfraquecimento dos ossos e a osteoporose;

  • Tomar banhos de sol para fortificar os ossos;

  • Realizar adaptações dentro de casa para facilitar a locomoção do idoso. Por exemplo: manter uma boa iluminação, evitar objetos e tapetes no chão e utilizar armários fixos e de fácil alcance na cozinha;

  • Barras de apoio no banheiro e ao lado da cama para facilitar a movimentação;

  • Utilizar fitas antiderrapantes nos degraus da escada e deve possuir corrimão nas laterais;

  • E em casos de necessidade, utilizar a bengala para se locomover.

Não podemos deixar de mencionar também algumas situações que levam à queda, como o uso de remédios, confusão mental e situações comuns do dia a dia. Então, diante destas inúmeras informações você já sabe como se prevenir e ajudar as pessoas ao seu entorno para não sofrerem quedas e lesões. E lembre-se, sua atitude irá contribuir muito para evitar possíveis fraturas.