Afinal, os desgastes apresentados durante o envelhecimento são hábitos de vida é algo genético? Hoje, iremos aprofundar um pouco mais sobre este assunto que tem sido, ultimamente, muito frequente nas rodas de bate-papo. Confira esse artigo e saiba os verdadeiros motivos, principais fatores e a partir de quando se inicia essa etapa.

Ao chegar na terceira idade o pensamento do ser humano é buscar se revitalizar para aproveitar a melhor fase da vida de forma saudável, devido a expectativa de vida aumentar a cada ano. Mas, o que nós não fazemos ideia é que apenas 30% do envelhecimento é genético, enquanto os outros 70% são fatores externos como álcool, tabaco, sol e estresse (hábitos de vida).

O ENVELHECIMENTO

O envelhecimento acontece por meio de um declínio do organismo que ocasiona na perda de mobilidade articular e sensoriais e consequentemente na redução de força, levando a incapacidade coordenativa. Normalmente, se essas circunstâncias estão somadas ao sedentarismo acaba elevando o grau do enfraquecimento.

GENÉTICO

Segundo estudos do médico Gustavo Magliocca, especialista em Medicina do Exercício e do Esporte, o processo biológico e genético está relacionado diretamente a forma como nós caminhamos. Ou seja, alternância no equilíbrio e padrão da marcha, assim diminuindo as expectativas de vida de acordo com os sinais de vitalidade de cada um.

Magliocca ressalta também que além da velocidade da marcha existem outros quatro fatores: a frequência respiratória, a pressão arterial, a frequência do pulso e a temperatura. Assim, formando os cinco sinais para realizar uma auto avaliação mais complexa a condição física do idoso no futuro.

HÁBITOS DE VIDA

Confira três hábitos de vida para preparar a sua chegada a velhice de forma mais saudável, equilibrada e cheia de disposição para aproveitar todo o seu tempo livre. Até porque, embora muitas pessoas não pensem dessa forma, a terceira idade se inicia ao decorrer da vida e quanto antes prosperar por bons hábitos melhor será o resultado.

-Cultive Relacionamentos: Independentemente se você é solteiro ou casado, procure estabelecer interação e envolvimentos sociais para estimular o seu lado emocional e bem-estar físico.

-Seja Positivo: Um ser humano otimista e alto astral costuma ter menos problemas emocionais e físicos e, geralmente, acabam sendo mais calmos e felizes. Então, permita-se deixar o rancor de lado e perdoe a quem se comportou de modo errado com você e a si próprio também.

-Sem Estresse: Procure ser reversível a ele, encare os problemas com bom humor. Estudos estão associando causas de estresses com a probabilidade maior a risco de câncer, doença cardíaca e pressão alta.

Gostou desse artigo? Então fique a vontade para comentar e, claro, compartilhar essa informação com os amigos!