Dúvidas? Ligue para:  11 2476-5134 de 2ª à 6ª das 09:00 às 18:00. (exceto feriados)

Benefícios da Fonoaudiologia Para a Deglutição

É comum no processo de envelhecimento que a deglutição sofra  alterações, que podem causar engasgo e afetar diretamente o sistema pulmonar e nutricional da pessoa. 

Essa alteração é causada pela disfagia, quadro que não é caracterizado como doença, mas funciona como um alerta do organismo, que se ignorado pode levar a uma série de complicações que comprometem a saúde, como desnutrição, desidratação e infecções respiratórias. 

O que causa a disfagia?

O processo de engolir envolve diversas etapas até que o alimento chegue ao estômago para ser digerido pelo corpo. O certo é que a comida se dirija ao destino sem que nenhum pedaço seja aspirado pelas vias respiratórias. 

Qualquer anormalidade observada, como engasgos, pode ser considerado disfagia, que é caracterizado pela dificuldade de engolir alimentos sólidos ou até mesmo líquidos. 

Alguns idosos costumam engasgar apenas com líquidos, isso porque o alimento escorre rapidamente, sem deixar que o fechamento ocorra para a proteção do pulmão, fazendo com que o órgão se encha de água e cause danos à respiração. 

Nestes casos é recomendado o uso do espessante, substância capaz de aumentar a viscosidade dos líquidos sem alterar as propriedades do mesmo. Seu uso deve ser iniciado apenas depois da avaliação de uma fonoaudióloga e ajuda a ajustar o tempo da comida com o do idoso. 

Cuidados com a alimentação

Aos primeiros sinais de deglutição, onde a pessoa sente bastante dificuldade para mastigar e engolir, é comum que alimentos fibrosos, como a carne, sejam evitados na dieta, já que exigem bastante esforço para concluir a refeição. 

Essa restrição pode ser comprometedora para a saúde do idoso, vendo que os nutrientes necessários não são oferecidos para o corpo se manter, podendo comprometer outros quadros clínicos do paciente. 

Na maioria dos casos é recomendado pelos especialistas a mudança de dieta para uma mais pastosa, assim é possível facilitar a mastigação sem deixar os nutrientes de lado. 

Tratamento

O tipo de tratamento adotado para a disfagia varia de acordo com a causa, por isso, é fundamental recorrer a um especialista que realize exames e indique o melhor tipo de cuidado para o problema. 

Normalmente o quadro de profissionais para cuidar disso é amplo, envolvendo otorrinos, fonoaudiólogos, geriatras e nutricionistas. 

Além disso, existem algumas instruções a serem seguidas, como realizar as refeições sem pressa, mastigar bem antes de engolir, se alimentar sentado ou levemente reclinado, dar atenção à saúde bucal e procurar um médico se notar perda de apetite. 

Atuação Fonoaudiológica

A atuação fonoaudiológica nas disfagias tem como objetivo identificar, por meio da história do indivíduo e da avaliação específica da deglutição, as informações que  auxiliarão o planejamento de adaptações e condutas terapêuticas a serem utilizadas no tratamento.

Alguns métodos realizados pelo médico e fonoaudiólogo, como a videofluoroscopia (imagem dinâmica da deglutição) e a videoendoscopia (exame com fibra óptica flexível introduzida pelo nariz) auxiliam nesse processo.

Comentários

Deixe um Comentário

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

RECEBA EM SEU E-MAIL DICAS E INFORMAÇÕES DOS CUIDADORES

São diversos temas e dicas práticas de grande importância, sem custo algum.