As castanhas do Pará são as sementes de uma árvore típica da floresta Amazônica conhecida como castanheira do Pará. Pode ser consumida em sua forma natural, torrada ou como ingrediente para pratos doces ou salgados. Além de muito saborosa, tal alimento oferece inúmeros benefícios à saúde humana, principalmente quando se trata do processo de envelhecimento.
Confira no post dessa semana do blog do Residencial em Família os 7 benefícios da castanha do Pará para o envelhecimento:

1) Preserva o cérebro

Uma pesquisa realizada pela USP demonstrou que a ingestão diária do alimento ajuda a preservar o cérebro de possíveis danos oxidativos que se relacionam ao envelhecimento. Isso se deve à presença do selênio em sua composição, que possui altas quantidades de antioxidantes.

2) Ajuda na proteção ao coração

Apesar de um alto teor de gordura, a semente contém ácidos graxos que aumentam os níveis de colesterol bom (HDL) e diminuem os níveis de colesterol “ruim” (LDL), uma vez que o HDL está diretamente ligado à proteção contra doenças cardíacas e o LDL em excesso pode provocar aterosclerose, uma inflamação das artérias que provoca infartos.

3) Retarda o envelhecimento

As maiores causas do envelhecimento humano são a presença de oxidantes em nosso organismo. Por isso, a castanha do Pará é fundamental para retardar esse processo, visto que, como já falado, proporciona efeitos antioxidantes.

4) É boa para os ossos

Na semente é possível encontrar magnésio e fósforo em altas quantidades, elementos importantíssimos para o processo de construção óssea. Por exemplo, o magnésio, é indispensável quando o assunto é fixação de cálcio nos ossos e também nos dentes.

5) Ajuda no combate ao câncer

Mais uma vez o selênio entra em ação, isso porque nós possuímos uma enzima de defesa antioxidante no organismo chamada glutationa peroxidase, que precisa de um agente como o selênio para desempenhar suas funções corretamente, sendo assim, ela ajuda no combate aos agentes oxidantes que, quando em excesso, promovem o surgimento das células cancerígenas.

6) Promove o emagrecimento

Por possuir um grande conteúdo de fibras e proteínas, a semente provoca a sensação de saciedade, o que faz com que o indivíduo consoma uma menor quantidade de alimentos e consequentemente perca peso.

7) Melhora o sistema digestório

O consumo da semente melhora o funcionamento do sistema digestório, facilitando o peristaltismo, que é a ação de movimentações que empurram os alimentos, e melhora também a absorção dos nutrientes.

E aí, gostou das nossas dicas? Continue acompanhando o nosso blog e fique por dentro de muito mais dicas como essa!