Com certeza, em algum momento, você já deve ter pensando se gerontologia e geriatria são a mesma coisa ou se existem diferenças. É uma dúvida comum, mas constantemente você costuma levar um familiar, vizinho ou ente próximo ao especialista, ou até mesmo ligar para uma clínica e agendar consultas. Pois bem, fique tranquilo! No post de hoje, iremos esclarecer e exemplificar os campos de atuação de cada um.

O QUE É GERONTOLOGIA?

Estudo do envelhecimento nos aspectos biológicos, sociais, psicológicos, entre outros. Esse profissional tem formação diversificada, assim, além de interagir com os colegas de profissão, também mantém se relaciona com geriatras, com o objetivo de descrever e explicar o processo de envelhecimento.

Tendo como enfoque a prevenção e a intervenção de futuros problemas, visando garantir e proporcionar uma qualidade de vida melhor para os idosos até o final da sua vida. Por esta razão, é considerado um profissional dedicado às questões da velhice, do campo científico e interdisciplinar.

CAMPO DE ATUAÇÃO

Os campos de atuação de um gerontologista, são: prevenção; ambientação; reabilitação e medidas paliativas. A finalidade é propor intervenções a fim de antecipar problemas, orientar os idosos a criar condições para uma qualidade de vida melhor e focar os mais diversos aspectos físicos, psíquicos, sociais e espirituais. Confira abaixo, algumas as áreas de atuação:

-Ensino;

-Educação Comunitária;

-Pesquisa;

-Antropologia;

-Apoio Psicológico;

-Reinserção no Contexto Social;

-Atividades Corporais e Comportamentais.

COMO SER UM ESPECIALISTA?

Formação de nível superior nas áreas do conhecimento: Serviço Social, Terapia Ocupacional, Psicologia, Nutrição, Direito, etc, sendo qualificado pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG) e apto para trabalhar com questões da velhice e do envelhecimento, a partir da sua área original de conhecimento.

O QUE É GERIATRIA?

É o profissional com especialização em cuidado de pessoas idosas, após ser aprovado no concurso para obtenção do Título de Especialista em Geriatria da SBGG/AMB, ser credenciado pela Comissão Nacional de Residência Médica depois de concluído residência médica.

Essa especialidade médica se junta a área da Gerontologia, tendo como principal objetivo promover a saúde, a reabilitação funcional, prevenção no tratamento das doenças, nos cuidados paliativos. Partindo de um envelhecimento saudável ou até mesmo no tratamento e reabilitação do idoso.

Isso porque o processo de envelhecimento acaba acarretando diretamente no comportamento, um exemplo similar, ocorre com crianças e jovens que são tratadas pelo pediatra.

CAMPO DE ATUAÇÃO

Por meio de uma abordagem ampla, isso inclui aspectos psicossociais, escalas e testes; por isso, a consulta geriátrica, costuma ser mais demorada. Também se deve destacar outras doenças como hipertensão arterial, diabetes, osteoporose e demências, ou em casos de tonturas, tendência a quedas e incontinência urinária. Vale ressaltar que a medicina geriátrica é uma ciência que tem avançado a cada dia.

Gostou do conteúdo? Então, fique a vontade para comentar e compartilhar esse assunto importante com seus amigos!