Dúvidas? Ligue para:  11 2476-5134 de 2ª à 6ª das 09:00 às 18:00. (exceto feriados)

5 Dicas Para Uma Alimentação Saudável Dos Idosos

Se você busca por dicas para uma alimentação saudável dos idosos, veio ao lugar certo. No artigo de hoje, daremos algumas informações sobre como construir uma dieta equilibrada e nutritiva para as condições típicas da terceira idade.

Esse tipo de conhecimento é cada vez mais necessário no Brasil, já que nosso país passa por um processo de envelhecimento considerável. A projeção do IBGE é que tenhamos em 2060 uma população mais idosa do que jovem.

Por isso, é importante que as pessoas entendam desde já como lidar com uma alimentação saudável na terceira idade. Nossas dicas abaixo mostrarão como fazer isso sem a necessidade de grandes mudanças na rotina. Até mesmo pedidos de comida do aplicativo Rappi Brasil poderão ser encaixados na dieta.

Quer saber quais são as nossas dicas para uma alimentação saudável dos idosos? Então siga a leitura abaixo!

Dicas para uma alimentação saudável dos idosos

1. Consuma fibras

As fibras são elementos importantes na alimentação de pessoas de todas as idades, mas são especialmente valiosas para idosos. Isso porque são elas que ajudam a controlar a glicose e o colesterol, dois vilões na vida das pessoas de terceira idade. Assim, as fibras ganham papel fundamental na dieta.

Além do controle da glicose e do colesterol, elas ainda ajudam a manter a sensação de saciedade depois de comer, o que é importante para as pessoas que queiram controlar o peso nessa fase da vida e evitar exageros. Afinal, a gente sabe como um excesso de comida pode cair mal em um estômago já cansado, não é mesmo?

Dentre as opções de fibras para a alimentação, a melhor sugestão é o farelo de aveia, que pode ser consumido no café da manhã junto de frutas, leite ou até mesmo ser usado em bolos e tortas. O ideal é 1 colher ou até 2 colheres de sopa de farelo de aveia por dia.

2. Tenha uma alimentação com Ômega-3

Outro elemento essencial no organismo já na Terceira Idade é o Ômega 3. Esse tipo de gordura tem muita ligação com a manutenção das atividades cerebrais, ajudando na atividade intelectual, na conservação da memória, no combate à depressão e muito mais. Além disso, o Ômega 3 tem propriedades anti-inflamatórias, o que é excelente para quem tem dores no corpo, como artrites e outras.

As melhores fontes de Ômega 3 são os peixes, especialmente o salmão, atum, sardinha e arenque. Além deles, você ainda poderá encontrar a substância em nozes, sementes de chia e de linhaça.

Para facilitar o consumo, vale a pena adicionar os peixes na hora do almoço, especialmente acompanhados de um purê e arroz, além de legumes como brócolis e cenoura cozidos no vapor.

3. Consuma proteínas

A vida na Terceira Idade pode ser um pouco cansativa. O corpo fica com um pouco de dificuldade para absorver energia e a massa magra começa a ir embora, o que é uma situação um pouco complicada. Para repor isso, é necessário adicionar um pouco de proteína na sua alimentação. Assim você evita dores de cabeça, cansaço e aquela moleza no meio do dia.

Uma boa opção é adicionar carnes vermelhas na sua alimentação. Mas nada de picanha e outras versões gordurosas. Prefira aquelas com menos gordura e mais ferro, pois isso ajuda a fortalecer o organismo.

Outra fonte de proteína interessante para a sua alimentação é o feijão. Aliás, o combo feijão e arroz integral pode ser consumido todos os dias sem problemas. Lentilha e grão-de-bico também são ótimas alternativas.

4. Encontre paixão na alimentação

Saindo um pouco das dicas de substâncias específicas para consumir, é importante que a alimentação não seja vista como um remédio para a pessoa na Terceira Idade.

A alimentação deve ser uma fonte de prazer no dia a dia. Não só o ato de comer, como o de cozinhar também. Por isso, não vale a pena ficar contando calorias e se privando do que é gostoso.

Além de cozinhar, é interessante também que a pessoa possa adicionar alguns dias de pedir comida no aplicativo. Esse tipo de ação ajuda a animar o dia, sair da rotina e ter aquela sensação gostosa de alguém cozinhando para você.

5. Balanceie bem a sua alimentação

Você já ouviu falar na famosa Pirâmide Alimentar, não é mesmo? Ela é formada por aquele esquema que indica que qual a incidência de certos tipos de alimentos na nossa rotina. Para idosos, a Pirâmide é um excelente guia para estabelecer uma dieta saudável, nutritiva e gostosa.

Nesse caso, o ideal é comer frutas, legumes e verduras todos os dias, preferencialmente em todas as refeições. Arroz e feijão devem ser consumidos com frequência também, normalmente como base da refeição. Carnes, peixes e derivados (como leites e ovos) podem ser inseridos em pelo menos uma refeição diária, especialmente por causa da riqueza em cálcio.

Essas são algumas das principais dicas para uma alimentação saudável dos idosos. Além delas, lembre-se de planejar as suas refeições e manter uma rotina adequada, sem variar muito o horário de cada prato.

E aí, gostou das nossas dicas? Deixe um comentário abaixo com a sua opinião sobre elas!

Comentários

Deixe um Comentário

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

RECEBA EM SEU E-MAIL DICAS E INFORMAÇÕES DOS CUIDADORES

São diversos temas e dicas práticas de grande importância, sem custo algum.