Dúvidas? Ligue para:  11 2476-5134 de 2ª à 6ª das 09:00 às 18:00. (exceto feriados)

A Importância do Acompanhamento da Família Para Idosos Que Vivem em Casas de Repouso

Ter a família por perto é importante para todos nós, e diante de uma situação de envelhecimento frágil ela se torna ainda mais essencial.  Isso porque nestes casos é comum que surjam algumas necessidades de cuidados especiais. 

Diante dessa situação de vulnerabilidades, a melhor opção para algumas famílias e, também para o bem-estar e tratamento do idoso, é hospedá-lo em uma casa de repouso, onde recebe os devidos cuidados vindos de profissionais qualificados para tais atividades.

Mediante a este cenário, as visitas periódicas ao familiar e a parceria destes com a instituição são de extrema importância, até mesmo para que o idoso responda melhor aos tratamentos.

Mas, com a chegada da pandemia de Covid-19, o convívio precisou ser adequado aos atuais cuidados e protocolos de segurança,  visto que os idosos fazem parte do grupo de risco da doença. 

Pensando nisso, o Em Família Residencial Sênior desde o começo adotou protocolos de segurança para que os hóspedes e familiares possam diminuir a saudades.

Protocolos de segurança para visitas

Com o auxílio da equipe de enfermagem e terapeutas, adoramos chamadas de vídeo e visitas através de janelas de vidro desde o começo.

 Posteriormente mediante suporte técnico, realizamos as visitas flexibilizadas. 

Estipulamos lugares estratégicos na entrada dos residenciais para que a família se posicionem sem ter contato com o ambiente interno.

Após passagem pela cabine de desinfecção e paramentação completa, os familiares se acomodam em sofás ou poltronas que ficam há 2 metros de distância do idoso, que por sua vez também é paramentado e faz outro caminho estratégico por dentro do residencial para que de forma alguma tenha contato com o meio externo.

As visitas acontecem uma vez por semana,  com duração de 15 a 20 min, e devem ser agendadas com antecedência pela família. Todas elas são acompanhadas por um terapeuta e enfermagem que organizam este momento.

Cortina do abraço

Durante a pandemia nossa equipe também buscou uma outra alternativa de promover afeto entre os familiares e nossos hóspedes: a cortina do abraço

A ideia consiste em uma cortina de plástico, com três alturas para “encaixar” os braços. Desta forma, cadeirantes, crianças e pessoas de alta estatura aproveitam a estrutura. Possibilitando sentir a pessoa que está do outro lado, sem o contato da pele, impedindo assim que o vírus seja transmitido.

A cortina é higienizada antes do uso de cada familiar, e cada usuário coloca proteção extra de luvas e mangas descartáveis.

O projeto partiu da iniciativa do empresário Bruno Zani da Cenographia em parceria com nossa Gestora de Terapias e Terapeuta Ocupacional Mayara Martins. O projeto foi um sucesso e teve por objetivo foi promover de forma segura a  aproximação dos familiares a seus entes queridos, e assim fortalecer a todos para o enfrentamento da pandemia.

 

Comentários

Deixe um Comentário

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

RECEBA EM SEU E-MAIL DICAS E INFORMAÇÕES DOS CUIDADORES

São diversos temas e dicas práticas de grande importância, sem custo algum.