Dúvidas? Ligue para:  11 2476-5134 de 2ª à 6ª das 09:00 às 18:00. (exceto feriados)

Benefícios dos Animais de Estimação na Terceira Idade

A rotina tranquila vivenciada na terceira idade pode ganhar mais agitação com um animal de estimação. Segundo pesquisas, dois terços da população idosa considera os bichinhos como melhores amigos, além disso, eles também podem influenciar na saúde do dono.

Os benefícios trazidos pelos pets são inúmeros, como noção de responsabilidade, aumento de felicidade e afeto, diminuição na solidão e índices de depressão.

Por que ter um pet na terceira idade?

A responsabilidade de cuidar de um ser dependente desperta nos idosos ânimo para as atividades diárias. Além disso, uma pesquisa realizada pelo National Center for Biotechnology Information, confirmou a melhora na saúde mental e física de idosos que cuidam de algum animal de estimação.

À partir dos 65 anos é recomendado pelos especialistas que o adulto realize algum tipo de exercício físico diariamente, assim é possível evitar doenças causadas pelo avanço da idade. Sendo assim, os passeios diários com os animais de estimação já contribuem com essa necessidade capaz de prolongar a vida do idoso.

Os passeios também podem contribuir na vida social do dono, vendo que precisará sair de casa para caminhar e encontrar com a vizinhança.

Saúde mental e física

Além de contribuir com a saúde física e prevenir o desenvolvimento de doenças ligadas à isso, foi comprovado que tutores de cachorros e gatos sofrem menos de doenças cardíacas, mentais e motoras.

Porém, a presença desses animais se fazem maiores em lares que possuem crianças e adolescentes.

A companhia e carinho transmitido pelo animal é capaz de elevar a auto estima do idoso, além de preencher o vazio daqueles que vivem sozinhos e consequentemente previne ou até mesmo cura a depressão. 

Adoção de animais

Além de adquirir novos hábitos mais saudáveis, os idosos podem contribuir com o problema do abandono de animais.

Geralmente, os bichos encontrados em campanhas de adoção não são mais filhotes. Mas ao contrário do que a maioria pensa, eles são mais fáceis de se adaptar com o novo dono do que os recém nascidos.

Além disso, não exigem de tantos cuidados como no ínicio da vida e possuem mais disciplina nas brincadeiras e comportamento.

A internet oferece uma infinidade de ongs que realizam esse tipo de trabalho, basta pesquisar e escolher um novo companheiro. 

 

Comentários

Deixe um Comentário

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

RECEBA EM SEU E-MAIL DICAS E INFORMAÇÕES DOS CUIDADORES

São diversos temas e dicas práticas de grande importância, sem custo algum.